Professor ou Super-Herói ?

professor ou super-herói Comprometimento é o lema daqueles que buscam educação, não apenas de quem recebe, como também de quem a repassa.
Ser educador(a) exige conhecimento, paciência e dom. O inesperado também é algo que merece atenção desse profissional. Saber usar corretamente as potencialidades em relação ao aprendizado dos alunos, como também, a produtividade e o alcance dos objetivos da instituição de ensino são virtudes a serem reconhecidas de imediato, com clareza e determinação.
Atuar na área de educação está bem acessível, mas exige diversas habilidades que com o tempo, certamente, serão requisitadas.
O importante é ressaltar que “professores” existem aos milhares, já “educadores” contam-se os poucos, pois a autocrítica não cabe a muitos e o mascarar das verdades é sempre mais cômodo.
Os educandos esperam do mediador, compreensão, sorriso e respeito. O educador procura atenção, obediência e aprendizado. Enquanto essas virtudes não se harmonizam por completo, cabe ao professor dar bons exemplos. Cada gesto, palavra ou atitude irá gerar algum tipo de repercussão no meio em que se encontra.
Inúmeras são as potencialidades que um verdadeiro educador deve por em prática. O cansaço físico e mental tem de ser ignorados para que haja tanta dedicação.
Professor ou Super- herói?
Eis a questão!

(Autora: Patrícia Ximenes)