Projetos Escolares

Projetos EscolaresUm ponto importante para a prática de projetos é buscar descobrir um tema, que surgirá de um problema, uma dúvida negociada com a turma. Algo que curiosamente a maioria dos alunos queira conhecer.
Outro aspecto ao qual precisamos ficar atentos é o processo de pesquisa das fontes.
Para que um projeto se realize plenamente, precisaremos selecionar fontes de informação em que o professor irá aprimorar constantemente seu planejamento. Aqui estamos falando de buscar livros, músicas, poesias, sites, pessoas que possam dar depoimentos, trechos de livros didáticos, instituições de referência que tenham conhecimento sobre o tema que iremos tratar em aula.

Também precisamos ficar atentos em estabelecer critérios de ordem e interpretação das fontes. O que seria mais importante e interessante para os alunos? Recolher novas dúvidas e perguntas com os estudantes constantemente alimenta o projeto e o deixa vivo durante sua realização.
Passos para elaborar um projeto
a) Determinar com o grupo a temática a ser estudada e os princípios norteadores.
b) Definir etapas: planejamento e organização das ações, divisão dos grupos, definição dos assuntos a serem pesquisados, procedimentos e delimitação do tempo de duração.
c) Estabelecer com o grupo de estudantes os critérios de avaliação.
d) Compartilhar as fontes de informação recolhidas.
e) Socializar periodicamente os resultados nas investigações (identificação de conhecimentos construídos).
f) Avaliar cada etapa do trabalho, realizando os ajustes necessários.
g) Fazer o fechamento do projeto propondo uma culminância. Pode ser a elaboração de um livro, a apresentação de um vídeo, de uma peça de teatro ou uma exposição que dê visibilidade a todo o processo vivenciado e possa servir de foco para um outro projeto educativo.
Fique atento!
Um projeto não pode ser repetido em sua íntegra. Podemos nos inspirar em uma experiência, mas um projeto requer autoria, por parte de professores e alunos, pois as dúvidas e as fontes de trabalho serão diferentes em cada lugar. E, claro, temos que considerar que cada turma é única e que, na mesma escola, um projeto pensado em conjunto seguirá por caminhos diferentes.
(Fonte: Construir Notícias - Revista Mundo Jovem – um Jornal de Ideias. Edição n. 414, ano 09, março 2011.)