Se não/ Senão – Quando usá-los?

Gramática1º) SE NÃO = se (conjunção condicional = caso) + não (advérbio de negação):

“Se não houver dinheiro, cancelaremos o projeto.” (=Caso não haja dinheiro);

“Ele será demitido, se não apresentar uma boa justificativa.” (=caso não apresente uma boa justificativa).

“Assine o contrato hoje, se não, perderemos o prazo.” (antes de vírgula = caso não assine/ caso contrário).

2º) Usaremos SENÃO em três situações:

a)    SENÃO = mas sim, porém:

“Não era caso de expulsão, senão de advertência.” (=mas sim de advertência);

b)    SENÃO = apenas, somente:

“Não se ouviam senão os tambores.” (=Somente os tambores eram ouvidos);

c)    SENÃO = defeito, falha:

“Não houve um senão em sua apresentação.” (=Não houve falha alguma, nenhum defeito).

(Fonte: Sérgio Nogueira)